Tecnologias Gore

Externamente focada, a inovação disciplinada motiva a Gore a desenvolver novas tecnologias e criar novos produtos. Através da combinação de nossos conhecimentos especializados em termos de ciência dos materiais com perspectivas de mercado, oferecemos soluções que melhoram as vidas das pessoas - desde dispositivos médicos que curam pacientes até tecidos que protegem unidades de primeiros socorros no cumprimento de suas funções.

Visão geral

Os produtos Gore permitem a recuperação de pacientes. A Gore torna as aventuras ao ar livre confortáveis, mesmo no implacável clima da Antártida. Os produtos Gore reduzem as emissões de carbono. A Gore ajuda a transmitir sinais do Mars Rover para a Terra.

A Gore desenvolve produtos que melhoram a vida das pessoas desde 1958. No centro dessas soluções está o politetrafluoretileno (PTFE), um polímero com propriedades excepcionais como elevada resistência à tração, constante dielétrica baixa, resistência à radiação UV, entre muitas outras. Em 1969, as possibilidades do PTFE foram ampliadas com a descoberta do PTFE expandido, ou PTFEe, por parte de Bob Gore.

founders

Desde então desenvolvemos conhecimentos especializados inigualáveis no que diz respeito a manipular PTFEe e outros fluoropolímeros. Nossos engenheiros conseguem alterar a estrutura, formato, espessura e geometria de superfície de um material e depois combiná-lo com materiais complementares para chegar às qualidades de desempenho necessárias para a aplicação e o cliente em questão. O produto resultante pode ser forte ou permeável, rígido ou flexível, fino ou espesso - com muitas combinações adicionais de propriedades que podem ser aplicadas para satisfazer os requisitos da utilização final.

Desde a sua fundação que a Gore trabalha com paixão para solucionar os desafios complexos de nossos clientes globais. Essa paixão é aparente em tudo o que fazemos, desde a primeira sugestão relativamente a uma necessidade de produto até a respectiva colocação no mercado.

  • Curiosidade: Curiosidade: nós ouvimos nossos clientes e analisamos os desafios para determinar o problema subjacente, seja manter água afastada da pele das pessoas ou impedir vazamentos de recipientes de químicos.
  • Competência: nós determinamos como podemos aplicar nossos conhecimentos especializados à ciência dos fluoropolímeros para apresentar soluções que sejam valorizadas e diferentes das da concorrência.
  • Compromisso: testamos rigorosamente nossos produtos para garantir que oferecem um desempenho infalível e que satisfaça as necessidades e aplicações de nossos clientes, da primeira vez e por todas as vezes.

Criamos e lançamos inovações destinadas a melhorar a vida das pessoas de inúmeras maneiras desde o início. Cada uma das mais de 2.000 patentes da Gore, e as aplicações que possibilitam, começaram com um momento de curiosidade científica e com a questão "Como pode a Gore melhorar vidas?"

A História do PTFEe

Em 1938, a DuPont tinha descoberto o PTFE, um polímero sintético resistente usado em diversas aplicações, desde válvulas e vedações até utensílios para cozinhar.

No final da década de 1950, enquanto trabalhava na DuPont, Bill Gore observou o impulso crescente da indústria de computação - e também a oportunidade de usar PTFE para isolar fios usados nos primeiros computadores. Seguindo sua intuição e com a insistência de sua esposa, Vieve, o casal Gore formou a empresa W. L. Gore & Associates no porão de sua casa em 1 de janeiro de 1958. O nosso primeiro produto foi o MULTI-TET™ Insulated Wire and Cable.

Gore's Camping

A Gore encontrou rapidamente sucesso enquanto fornecedor de cabos e componentes para cabos com isolamento de PTFE. Apenas dois anos após a constituição da empresa, foram vendidos 12 km de cabo de fita para a cidade de Denver, no Colorado, e em 21 de julho de 1969, um cabo Gore partiu rumo à lua na missão Apollo 11 da NASA.

Denver

Apesar desse sucesso, a história da Gore estava apenas começando.

O filho de Bill e Vieve, Bob, entrou para a empresa em 1963. Bob também era empresário e inovador. Tal como seu pai tinha feito uma década antes, em 1969 Bob considerou o PTFE e se questionou quanto a novas aplicabilidades do material. Ele pensou que, se o PTFE pudesse se expandir, a maior quantidade de ar permitiria que o material ficasse mais leve, mais maleável e mais rentável.

Bob fez experiências com o PTFE, tentando expandi-lo. Primeiro aquecendo hastes de PTFE e depois puxando gradualmente cada extremidade - mas as hastes quebravam sempre.

Exasperado, Bob finalmente puxou o PTFE mais rapidamente. Para seu espanto, o PTFE se expandiu até atingir dez vezes o seu tamanho original!

Bob Gore stretching ePTFE

Ele imediatamente percebeu o que isso significava. Mais possibilidades! O material expandido era composto por 70% de ar, permitindo que a Gore preenchesse o PTFEe com materiais complementares. O PTFEe era incrivelmente leve mas simultaneamente robusto. Era poroso e versátil - e indispensável para apresentar a principal tecnologia da Gore em inúmeras outras aplicações. A Gore estava começando a testar novos conceitos e a explorar novas possibilidades usando as múltiplas propriedades do material de polímero expandido.

Durante praticamente toda a segunda metade do século passado, a Gore usou a descoberta transformadora do PTFEe para desenvolver inovações para várias indústrias. As linhas de produtos incluem filtros, membranas e outras soluções para conter líquidos, sólidos e partículas finas, membranas para proteger a qualidade do som de smartphones, tecidos a partir de fibra de PTFEe para exploração espacial, dispositivos médicos, totalizando atualmente mais de 40 milhões de implantes em todo o mundo, e tecidos laminados com proteção contra o vento, impermeabilidade durável e respirabilidade, oferecendo conforto e proteção inigualáveis para aventuras ao ar livre.

O PTFEe é, pela sua própria natureza, extremamente versátil. Desde que haja a possibilidade de melhorar vidas usando as propriedades únicas do PTFEe, a Gore sempre continuará apresentando novos desenvolvimentos, novas inovações e novos produtos.

O PTFEe Visto de Perto

O politetrafluoretileno expandido, ou PTFEe, é o material de base de muitas soluções da Gore. A membrana de PTFEe é criada quando o PTFE, um polímero linear que consiste em moléculas de carbono e flúor, é expandido, criando uma estrutura microporosa com características altamente desejáveis, incluindo elevada relação entre resistência e peso, biocompatibilidade, elevada resistência térmica, entre muitas outras:

Atributos

  • Elevada porosidade
  • Baixa porosidade
  • Fino
  • Amplo
  • Comprimento contínuo
  • Limpo (sem desgaseificação)
  • Não forma partículas
  • Utilização a temperaturas elevadas
  • Utilização a temperaturas reduzidas
  • Manuseio fácil
  • Biocompatível
  • Elevada área de superfície
  • Inerte quimicamente
  • Baixo coeficiente de atrito
  • Elevada capacidade de carga cumulativa
  • Resistência à radiação UV
  • Não combustível
  • Transmissão de som

Características de Desempenho

  • Condutividade elétrica
  • Condutividade térmica
  • Atividade catalítica
  • Atividade química
  • Absorção
  • Atividade magnética
  • Funcionalidade antibacteriana
  • Absorção de odores
  • Resistência à radiação
  • Reflexibilidade
  • Permeabilidade seletiva
  • Transparência/opacidade
  • Estabilidade dimensional
  • Constante dielétrica elevada
  • Constante dielétrica baixa
  • Múltiplas dureza e rigidez
  • Baixa/elevada energia de superfície
  • Baixa/elevada resistência à abrasão
  • Propriedades de barreira não permeável
  • Fornecimento controlado de fluidos

Mas como é possível que esse material possa ser usado em aplicações tão diversas como cordas de guitarra, jaquetas para esqui e cabos usados no Mars Rover? A resposta é simples: nós conseguimos trabalhar o PTFEe de diversas maneiras dependendo do uso e funcionalidade pretendidos.

ePTFE forms

Conseguimos trabalhar o PTFEe de maneira a obter:

  • variadas estruturas em função da aplicação, como baixa ou elevada densidade, porosidade apertada ou aberta, finura ou espessura, orientação superficial ou cruzada e múltiplas geometrias e assimetrias
  • múltiplos formatos, incluindo fitas, membranas/películas, tubos, fibras, placas e hastes
  • várias modificações patenteadas que nos permitem produzir produtos finais altamente valiosos

Cada membrana de PTFEe consiste em nodos conectados por fibrilas. Nossos engenheiros usam seus conhecimentos especializados em termos de ciência dos materiais, para personalizar a geometria das fibrilas e dos nodos para, por sua vez, personalizar a funcionalidade - como fluxo de ar superior ou reduzido, ou resistência ao crescimento tissular. - sendo essas características otimizadas para a aplicação em questão.

ePTFE SEM

Outra maneira de encarar o PTFEe: Se você olhar para um cabo de satélite GORE® e para uma jaqueta que contenha tecido GORE-TEX® e se questionar quanto ao que poderão ter em comum, lembre-se que cada um tem uma camada de membrana cuja arquitetura interna dos nodos e fibrilas foi desenvolvida de maneira bastante diferente: uma com o objetivo de transmitir informação e a outra com o objetivo de promover o conforto físico.

Aplicações do PTFEe

As características do PTFEe são muito abrangentes - resistência à penetração de líquidos, biocompatibilidade, constante dielétrica baixa, entre muitas outras - tornando-o altamente valioso para os produtos Gore e para aplicações em ambientes exigentes. Desde dispositivos médicos para implantação em humanos até vestuário usado em expedições ao Monte Evereste, passando por cabos eletrônicos para transmissão de sinais a partir do espaço sideral, os produtos Gore oferecem o desempenho e confiabilidade que nossos clientes esperam e os usuários finais exigem.

A Gore desenvolve produtos combinando nosso PTFEe e nossos conhecimentos especializados em termos de ciência dos materiais com a compreensão dos requisitos de aplicação específicos desde a descoberta do PTFEe, em 1969. Com cada nova aplicação do PTFEe e de outros fluoropolímeros, a Gore encontra novas oportunidades para melhorar vidas.