A descoberta das ondas gravitacionais com os cabos Gore

Prêmio Nobel de Física vai para três cientistas

Gore High Flex Cables

GORE® High Flex Cables transmitiram os sinais necessários para permitir a descoberta das ondas gravitacionais.

O Prêmio Nobel de Física deste ano foi para três físicos dos Estados Unidos; porém, esse sucesso pode ser atribuído a milhares de cientistas... e, em parte, à tecnologia da Gore. 

Em setembro de 2015, pesquisadores do Observatório de Ondas Gravitacionais por Interferômetro Laser (LIGO, na sigla em inglês), utilizando os cabos GORE® High Flex, detectaram sinais produzidos pela colisão de dois buracos negros há 1,3 bilhões de anos. Após quatro meses de validação, houve a confirmação: as ondas gravitacionais, previstas por Albert Einstein na base de sua teoria geral da relatividade em 1915, de fato existem. A notícia foi comemorada com fervor entre os especialistas, em fevereiro de 2016. Em outubro, Rainer Weiss, Barry C. Barish e Kip S. Thorne foram anunciados como os ganhadores do Prêmio Nobel. A Academia Real Sueca de Ciências reconheceu os três físicos “pelas contribuições decisivas ao detector do LIGO e para a observação de ondas gravitacionais”, conforme declarado oficialmente. O consórcio LIGO opera dois interferômetros idênticos e gigantes localizados em Hanford, no estado de Washington, e em Livingston, no estado de Louisiana, e trabalha em conjunto com as instalações do interferômetro VIRGO, operado pelo Observatório Gravitacional Europeu. 

Um interferômetro laser é uma ferramenta investigativa que mescla duas ou mais fontes de luz para criar um padrão de interferência, que pode ser medido e analisado. GORE® High Flex Cables transmitiram a energia elétrica e o sinal para os fotodetectores nos interferômetros e transportaram o sinal das ondas gravitacionais para o mundo externo. Os cabos foram escolhidos por sua baixa massa, alta flexibilidade e baixa taxa de desgaseificação. 

O engenheiro de aplicação Peter Proeckl, da Gore Alemanha, que inicialmente desenvolveu os cabos para a indústria de semicondutores especificamente para o uso em litografia, explica que “graças às características específicas do isolamento com PTFEe, nossos cabos não emitem gases que condensam e contaminam os instrumentos de medição sensíveis em um ambiente de vácuo ultra-alto. Nossos cabos também são capazes de reduzir a transmissão acústica do ruído sísmico que pode impedir a detecção de ondas gravitacionais.”  

Parabéns a Rainer Weiss, Barry C. Barish e Kip S. Thorne, que receberam o prêmio em Estocolmo, na Suécia, no dia 10 de dezembro. 

Saiba mais sobre GORE® High Flex Cables (em inglês)